Aproximadamente a 100 quilômetros de Calama, o deserto mais seco do mundo esconde um pequeno oásis chamado San Pedro de Atacama..

É um pequeno povoado composto de muitas casas de barro e estradas de terra que rouba os corações de milhares de turistas por causa dos encantos da cultura Atacamenha e espanhola que cada uma das suas construções contém.

O que você acha de me acompanhar e viajarmos juntos nesta cidade? Nós caminhamos ao longo da rua caracoles com um céu tão azul em nossas cabeças que se pode confundir com o mar.[/vc_column_text][vc_column_text]Estrangeiros de todas as nacionalidades caminham todos juntos um ao lado do outro, enquanto em nosso caminho começa a mostra-se as agências, restaurantes, hotéis, hospedagem, “lan house” e todos os serviços que um turista pode precisar para sua aventura às incríveis maravilhas que cercam a região.

Portanto, se você me perguntar lugares que não pode deixar de visitar neste pequeno lugarejo, com certeza te direi valle de la luna (vale da lua) e os geysers el tatio.

Continuamos caminhando até a Plaza de Armas (principal praça da cidade), onde descansamos alguns momentos à sombra de tamarugos e alfarrobeiras (arvores típicas da região).

Sentado em um banco de pedra, você me diz que ficou muito surpreso com a igreja branca que acabamos de passar, assim como o cemitério e a feira de artesanato.

- É a cultura de San Pedro, que está em toda parte - eu vou explicar animado para lembrar que esse legado nasceu 11.000 anos atrás com as comunidades dos primeiros atacamenhos e continuou forjada com a invasão Inca do século XV e a influência espanhola veio cem anos depois.

Depois de me ouvir, você pega uma garrafa de água e propõe um brinde a essa cidade fascinante, que eu aceito alegremente. - Felicidades para San Pedro de Atacama! - exclamas e nós dois bebemos felizes em homenagem à capital arqueológica do Chile.

Lugares próximos